Cobrança – Dicas de como realizar esse processo.

0
1084
dicas-de-como-realizar-cobrança

Realizar cobranças é uma parte indispensável para o fluxo de caixa de uma empresa, porém essa tarefa exige certos cuidados e pede um conhecimento específico. Confira dicas ideais de como realizar esse processo.

Segundo a Lei Nº 8.078/ 1990, conhecida como Código de Defesa do Consumidor, na hora de realizar uma cobrança de débitos, é terminantemente proibido expor o devedor, nem o submeter a qualquer tipo de constrangimento ou ameaça.

1: o respeito é essencial na comunicação de qualquer empresa, seja qual for o caso.

2: uma fala mal interpretada na hora da cobrança pode custar muito caro.

Veja algumas dicas de como realizar esse processo:

1. Terceirização de Cobranças:

Empresas de cobrança ou de recuperação de crédito, que tenham como finalidade exercer o papel de cobrador. Elas irão lhe cobrar um percentual ou um valor fixo mensal para atuar na recuperação dos ativos.

Procure uma empresa de cobrança que tenha expertise em trabalhar com seu capital inadimplente, pois cada empresa de cobrança trabalha com tipos diferentes de papeis e de volume de carteira a ser cobrada. Fato este deve-se a capacidade de utilizarem ferramentas e estratégias específicas para cada tamanho de carteira. Uma empresa que atua com volumes pequenos, por exemplo, pode garantir muito mais resultado em uma carteira pequena do que uma grande agência de cobrança que está acostumada a cobrar milhões.

2. Você pode contratar um advogado particular:

Os advogados são preparados para manobrar corretamente os instrumentos judiciais para recebimento de uma dívida. Há duas formas para se receber judicialmente uma dívida. Trata-se da ação de cobrança e da ação de execução.

A ação de cobrança tem como finalidade cobrar algo que não foi pago espontaneamente pelo devedor, como as dívidas de condomínio, aluguel, cheque, alimentos etc. Já a ação de execução é quando você solicita, judicialmente, que o devedor lhe pague. Nessa ação você deve ter provas, como o contrato assinado, que o individuo/empresa não está cumprindo suas obrigações. Essas ações levam tempo e pedem diversas audiências de negociação.

3. Negocie com os devedores:

Apenas cobrar não lhe trará o melhor resultado, é necessário que você e o devedor cheguem a um consenso. Soluções como o parcelamento do valor ou a diminuição dos juros da dívida, são bem aceitas pelas partes e geralmente tem resultado positivo. Muitas vezes, ele não paga o que deve porque não tem o dinheiro no momento, e não por negligência.

Ao decidir qual a melhor maneira de cobrar um cliente, você não deve levar em conta somente a probabilidade de o compromisso ser quitado. Você precisa preocupar-se em falar com o seu devedor de maneira clara, respeitosa e amigável para melhor solução do problema. Manter esse cuidado garante a fidelização do cliente e mantém a boa imagem da empresa.

Já pensou em deixar uma empresa especializada fazer o Recrutamento e Seleção de suas vagas? Confira as vantagens clicando aqui.

Deixe uma resposta:

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome aqui