Terceirização de Mão de Obra – Conheça seu funcionamento

0
800
terceirizacao-de-mao-de-obra-nova-lei

A lei da Terceirização de Mão de Obra se deu pelas mudanças no cenário econômico mundial e na relação com o trabalho. Conheça seu funcionamento.

Este modelo de serviço tem sido utilizado como uma maneira de maximizar resultados e lucros de empresas e organizações. E também é uma alternativa para minimizar gastos e despesas com encargos trabalhistas.

Essa prática trabalhista é comum em diversos países do mundo e abrange todos os setores. Porém no Brasil só era permitido a terceirização para atividades-meio, ou seja, serviços como limpeza, segurança e suporte.

Com a nova lei todos os setores pode haver a Terceirização de Mão de Obra, independente de cargo ou setor de atuação.

Essa lei trouxe mudanças para o empregador e para o empregado.

Existe o mito que o trabalhador irá perder seus direitos com a nova lei. Isso não é verdade, os trabalhadores terceirizados mantém os mesmos direitos que os efetivos.

A vantagem para os trabalhadores está na flexibilidade da jornada de trabalho. Os processos diminuem o dos processos burocráticos, e na segurança da responsável subsidiaria.

Responsável subsidiaria é quando o empregado tem seus direitos assegurados pela empresa que ele presta serviços, caso a empresa contratante venha a falir.

Já para o empregador, a maior vantagem está na diminuição de custos, afinal deixa de pagar alguns impostos por não ser a contratante direta.

O contratante pode focar no core business da empresa, deixando a empresa contratada com todas as responsabilidades, como seleção, admissão, treinamento e afins.

A alocação de Mão de Obra é o que vai movimentar a economia brasileira e aumentar a competitividade do mercado.

Conte com Grupo Asserth para alocação de Mão de Obra qualificada. Acesse nosso site, grupoasserth.com.br !

Conheça a visão geral e Terceirização de Mão de Obra.

Deixe uma resposta:

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome aqui